• QUEM SOMOS

    A Ordem da SantÍssima Trindade e dos Cativos foi fundada por São João de Matha, o qual teve esta inspiração enquanto celebrava a sua primeira missa no ano de 1193. Oitocentos anos depois, esta mesma inspiração e a sua obra continuam a nos interpelar! Os Frades Trinitarios são impelidos por um espírito apostólico que os fazem anunciadores da libertação aos mais pobres, aos abandonados e marginalizados, e sobretudo, àqueles cristãos em perigo de perder a fé, por causa de sua fidelidade ao Evangelho...

  • ESPIRITUALIDADE TRINITARIA

    A vida especialmente consagrada a Santíssima Trindade constitui, desde sua origem, um elemento essencial e característico do patrimônio da Ordem Trinitária. Desta consciência trinitária flui toda sua vida espiritual e litúrgica, religiosa, comunitária e apostólica, e sua permanente renovação...

  • ONDE ESTAMOS

    A Ordem da Santíssima Trindade, dividida em sete províncias religiosas, três vicariatos e duas delegações, está presente hoje na: Itália, Espanha, frança, Alemanha, Áustria, Estados Unidos, Canadá, México, Guatemala, Porto Rico, Colômbia, Brasil, Peru, Bolívia, Chile, Argentina, Índia, Madagascar, Polônia, Gabão, Congo e Coréia do Sul. A missão dos religiosos trinitários, espalhados pelo mundo, é garantir a assistência a aqueles que mais necessitam: aos pobres, vítimas das diferenças sociais; aos cristãos perseguidos, vítimas de intolerâncias...

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA: "UM SÓ CORAÇÃO E UMA SÓ ALMA" (AT. 4,32)

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima: “um só coração e uma só alma” (At 4,32).

Celebrando os 25 anos de presença missionária do nosso pároco, Pe. Frei Vicente Frisullo, aqui na Vila Curuçá, queremos resgatar, também, a história das seis comunidades que formam nossa Paróquia: Comunidade de Nossa Senhora de Fátima, Comunidade de São José, Comunidade de Nossa Senhora Aparecida, Comunidade de Santo Agostinho, Comunidade da Santíssima Trindade e Comunidade do Bem-Aventuado José Allamano.

É bonito observar que a origem de cada comunidade tem um forte apelo missionário, que é característica própria da Igreja: “A Igreja peregrina é por sua natureza missionária” (Ad Gentes, 02); não é por menos que o lema escolhido para as festividades em preparação a esse Jubileu é: “25 Anos de Vida e Missão na Vila Curuçá”.

A história da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima teve início no dia 08 de dezembro de 1952, com o cruzeiro que, por iniciativa do padre Aleixo Monteiro Mafra, fora carregado de São Miguel até um terreno doado, local onde hoje está instalada a comunidade matriz. Cinco anos depois, em março de 1957, o mesmo padre Aleixo inaugurava a primeira capela dedicada a Nossa Senhora de Fátima.

Em 1968, o padre André Anesa terminava a construção da igreja, em substituição à antiga capela, insuficiente para acolher o número sempre crescente de fiéis. Em 18 de junho de 1968 a comunidade de Nossa Senhora de Fátima foi elevada a paróquia.

No ano de 1969 têm início as atividades na Comunidade de São José, com a realização de celebrações nas casas. Em 1975, no tempo do padre Emílio Falco, pároco desde 1970, foi comprado o terreno para a construção da Comunidade; o salão foi levantado em mutirão em 1977.

Em junho de 1978 foi nomeado pároco o padre José Vicente Vaño Belda e, em fevereiro de 1984, o padre Paulo Roberto Cavalcante.

Assim como a Comunidade São José, as comunidades de Santo Agostinho (em 1976), Nossa Senhora Aparecida (em 1980) e Bem-Aventurado José Allamano (em 1999), tiveram sua origem nos grupos de rua que aconteciam nas casas, com celebrações, oração do terço, catequese, além da realização de festas, que tinham como objetivo angariar fundos para compra dos terrenos e construção das comunidades.

Destaca-se também, a participação das Irmãs Missionárias da Consolata, que chegaram na Vila Curuçá na década de 70, sempre presente na formação e ação pastoral. Foi por sugestão delas e das Damas de Caridade, que atuavam na Av. Água Vermelha, onde desenvolviam atividades educativas em prol das crianças e adolescentes, que foi fundada a Comunidade da Santíssima Trindade, em setembro de 1994.

Em 23 de maio de 1986, assume a paróquia o padre frei Vicente Frisullo, da Ordem da Santíssima Trindade. Entre outras atividades promove a construção das capelas de Nossa Senhora Aparecida, Santíssima Trindade, Santo Agostinho, a ampliação da Comunidade de São José e, mais recentemente, a construção da Comunidade do Bem Aventurada José Allamano.

Nos últimos dez anos, com a ajuda constante dos paroquianos, construiu a nova Igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima, comprou o terreno onde foi construído o espaço social da Comunidade de Santo Agostinho e os terrenos ao lado das comunidades de São José e Bem-Aventurado José Allamano que serão futuramente ampliadas.

Atualmente, a Paróquia possui mais de vinte e cinco equipes e pastorais atuando nos mais diferentes serviços, tanto na área social, quanto na evangelização.